Importar Suplemento Em 2016 1


É certo que a queda do dólar traz de volta aqueles importadores que deixaram de importar com a alta do dólar. Para estes, surge a seguinte dúvida: importar suplemento hoje, o que devemos esperar das condições para importar suplemento daqui até o final de 2016? Qual o melhor site, frete, prazo, peso máximo, valor máximo, como não ser tributado, qual a conduta da Receita Federal e ANVISA?

MELHOR SITE PARA IMPORTAR SUPLEMENTO HOJE

O melhor site para importar suplemento continua sendo a loja Sameday Supplements, ela se destacou das demais lojas, entre outros motivos, por oferecer ao consumidor 5% de desconto em todos os pedidos. Clique aqui para saber mais sobre a Sameday Supplements.

Dica: Comprar na SamedaySupplements com 5% de desconto em todos os pedidos? código de desconto MAROMBA

As vantagens da Sameday Supplements:

  • Única loja que oferece 5% de desconto em todas as compras utilizando o Cupom de desconto MAROMBA
  • Formas de pagamento: Cartão de crédito internacional; paypal; boleto bancário, transferência bancária;
  • Pagamento por boleto bancário diferenciado;
  • Fretes: International Airmail; UPS Mail Innovations; DHL GlobalMail Standard; DHL GM PPP Com Seguro;
  • Além dos melhores suplementos disponíveis no mundo, possui grande variedade de acessórios: shakers, luvas, cintos, vestuário e outros;
  • Possibilidade de ganhar dinheiro com importação clique aqui para saber mais;

MELHOR FRETE PARA IMPORTAR SUPLEMENTO ATUALMENTE

Sobre o tipo de frete, também não há mudanças, o frete DHL Standard continua sendo a melhor opção de frete para importar suplemento, tanto para pedido leve abaixo de 4.4 lbs que entra no Brasil por Curitiba, como pedido pesado acima de 4.4 lbs que entra pelo Rio de Janeiro.

Lembrando que além de ser a opção mais em conta, o frete DHL possui rastreio completo (clique aqui e veja como rastrear o seu pedido). Frete com rastreio torna a importação mais segura, pois, sabendo onde está o pedido, fica mais fácil questionar os responsáveis por eventuais atrasos.

COMO IMPORTAR SEM SER TRIBUTADO

O comércio eletrônico internacional é recente no Brasil, a Receita Federal, por muitos anos, foi omissa na cobrança do imposto de importação sobre importações feitas por remessa postal (modalidade de importação utilizada no comércio eletrônico internacional), ou seja, na prática, raramente uma importação era tributada. Naquela época, a Receita Federal estabelecia alguns padrões para efetivar a tributação por amostragem, por exemplo, tributava pedido pesado e não tributava pedido leve. Nesse caso, para importar sem ser tributado a dica era fazer pedido leve.

Hoje, finalmente a Receita Federal entendeu o potencial de arrecadação de impostos com a cobrança do imposto de importação sobre essa modalidade de importação. Inclusive, a Receita Federal chegou a anunciar em 2014 um novo sistema automatizado para tributar 100% das importações, e é claro, isso não aconteceu.

Porém a Receita Federal, apesar de manter a tributação por amostragem, está tributando praticamente tudo o que entra no Brasil através da importação por remessa postal. Isso quer dizer que está cada dia mais difícil importar suplemento dos EUA, importar da China, sem escapar do leão.

A boa notícia é que algumas encomendas não são tributadas, então, como importar sem ser tributado? Para importar e não ser taxado, o pedido deve pesar entre 4.4 lbs até 10 lbs e conter apenas um produto dentro do pacote. Para importar sem ser tributado, o seu pedido deve obedecer ou ficar próximo dos seguintes padrões:

  1. Site: Sameday Supplements
  2. Frete: DHL Standard
  3. Peso: entre 4.4 lbs até 10 lbs
  4. Valor: Indiferente
  5. Quantidade: 1 pote

É certo que, trata-se de um padrão estabelecido a partir da análise de várias importações de todas as variações possíveis e aqueles pedidos que passaram direto com a bela mensagem LIBERADO SEM TRIBUTAÇÃO seguiam o padrão acima. É certo também, que pedidos com o mesmo padrão também foram tributados, por isso, segui-los não garante nada.

Por outro lado, pedidos leves automaticamente são discretos e acabam oferecendo, também, baixo valor da tributação, o que não atrapalha o preço final da importação. Então, Se a compra ficou leve, não precisa entupir o carrinho para exceder 4.4 lbs, confie no DHL Standard abaixo de 4.4 lbs.

RECEITA FEDERAL E ANVISA – CURITIBA

Pedidos leves abaixo de 4.4 lbs chegam ao Brasil por Curitiba, ali, dificilmente a Receita Federal libera uma importação sem cobrar o imposto de importação. Ah! Então não compensa fazer pedido leve? Não é bem assim. Apesar de tributar praticamente tudo o que entra por Curitiba, a Receita Federal está utilizando o seguinte padrão para tributar a importação:

  • Valor declarado abaixo de 10 dólares: a RFB considera o valor de 10 dólares para cobrar o imposto, que será de aproximadamente R$ 20,00. (60% sobre 10 dólares)
  • Valor declarado acima de 100 dólares: a RFB considera o valor exato que está declarado para cobrar o imposto, que será de 60% sobre o valor declarado

Dessa forma, seguindo o padrão informado no tópico anterior, o valor cobrado de taxas e impostos será de aproximadamente R$ 35,00, incluindo a taxa dos correios, podendo variar conforme a cotação do dólar. Portanto, vale a pena importar suplemento mesmo se for tributado.

Já a ANVISA em Curitiba não causa nenhum impedimento na importação de suplemento, exerce fiscalização apenas em casos suspeitos.

RECEITA FEDERAL E ANVISA – RIO DE JANEIRO

Seguindo as dicas do tópico como importar sem ser tributado, é comum a Receita Federal do Rio de Janeiro liberar importação sem cobrar o imposto de importação, quando isso acontece, é lançado no andamento de rastreio da encomenda a frase mágica que deixa qualquer importador feliz: LIBERADO SEM TRIBUTAÇÃO.

Desde o início de 2015, importar acima de 4.4 lbs para entrar pelo Rio de Janeiro, é sinônimo de importar sem ser taxado. Acontece que no 1º Semestre de 2016 a RFB do RJ começou a tributar mais que o normal e está cada dia mais difícil importar sem ser tributado. Contudo, se fizer pedido acima de 4.4 lbs, pode torcer e aguardar ansioso pela belíssima informação no rastreio: LIBERADO SEM TRIBUTAÇÃO.

Já o padrão da RFB do RJ, segue um padrão um pouco mais elevado que a RFB do PR, tudo indica que a RFB sabe que normalmente os pacotes mais pesados são mais caros, por isso lascam a caneta da seguinte forma:

  • Valor declarado abaixo de 30 dólares: a RFB considera o valor de 30 dólares para cobrar o imposto, que será de aproximadamente R$ 80,00. (60% sobre 30 dólares)
  • Valor declarado acima de 100 dólares: a RFB considera o valor exato que está declarado para cobrar o imposto, que será de 60% sobre o valor declarado

A ANVISA ali no RJ, por alguns meses exerceu forte fiscalização na importação por remessa postal, apreendendo produtos com importação proibida. Na verdade, a apreensão não ocorre, a prática da ANVISA, nesse caso, é devolver a encomenda para o site (remetente). Acontece que a empresa DHL, em razão do alto custo, não oferece o frete para devolução, e a encomenda é descartada.

Atualmente a ANVISA amenizou a fiscalização e assim deve permanecer até o final de 2016.

COMPENSA IMPORTAR SUPLEMENTO EM 2016?

Sim, compensa importar suplemento em 2016, principalmente quem busca produto de qualidade e produto não disponíveis no Brasil. Na prática, sabemos que os melhores suplementos disponibilizados no mundo, em sua maioria, não estão disponíveis no Brasil pela ausência de registro na ANVISA, não restando outra alternativa ao consumidor, se não importar suplemento para consumo próprio, o que é perfeitamente autorizado pela ANVISA.

Sobre o custo final da importação, igualmente, também compensa importar suplemento, mesmo se o produto for registrado e vendido no Brasil em qualquer loja de suplemento, pois a carga tributária para vender o produto é muito superior àquela da importação para consumo próprio, logo, mesmo pagando o imposto na importação, ainda compensa importar suplemento. Ainda dúvida? Veja na prática a prova de que realmente compensa, basta analisar os valores das importações realizadas frequentemente. clique aqui

Importar Suplemento Em 2016
4.4 (88.57%) 7 votes

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

One thought on “Importar Suplemento Em 2016